Como é a perseguição aos cristãos na Eritreia?

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Cristãos na Eritréia
banner formulanegocioonline 728x90 3

Cristãos de denominações não tradicionais enfrentam perseguição mais dura na Eritreia, tanto do governo como da Igreja Ortodoxa Eritreia, que é a única denominação cristã reconhecida pelo governo e rigidamente controlada pelas autoridades.

As forças de segurança do governo monitoram ligações, examinam atividades e conduzem incontáveis ataques que visam cristãos, apreendem materiais cristãos e danificam igrejas domésticas. Os cristãos podem ser presos e encarcerados sem julgamento. Muitos cristãos são mantidos em prisões desumanas por causa da fé, e os familiares ficam sem saber onde estão ou se ainda estão vivos. Em junho de 2020, a ONU informou que não houve progresso significativo no que diz respeito às violações dos direitos humanos na Eritreia.

Cristãos que não são da Igreja Ortodoxa e ex-muçulmanos enfrentam extrema oposição da família, comunidade e do Estado; muitas vezes serviços sociais essenciais e outros recursos são negados aos seguidores de Jesus.

“Na prisão, um dos meus principais objetivos como cristão era evangelizar. Claro, é proibido fazer isso abertamente, mas fazíamos à noite, quando todos estavam dormindo. Muitas pessoas na prisão passam por diferentes frustrações e depressão. Por isso, elas amaram o que ensinamos e compartilhamos. Vimos muitas conversões e isso prova que o evangelho não pode ser acorrentado!”, afirma Musse, cristão que passou anos na prisão e compartilhou o evangelho com outros detentos

O que mudou este ano?

Havia esperança de que um acordo de paz com a Etiópia melhoraria a observação dos direitos humanos na Eritreia, mas há poucos indícios disso – e os distúrbios na fronteira entre os dois países ocorridos no outono de 2020 ameaçam a estabilidade. A violência continua a piorar na Eritreia.

Quem persegue os cristãos na Eritreia?

O termo “tipo de perseguição” é usado para descrever diferentes situações que causam hostilidade contra cristãos. Os tipos de perseguição aos cristãos na Eritreia são: protecionismo denominacional, paranoia ditatorial, corrupção e crime organizado, opressão islâmica.

Já as “fontes de perseguição” são os condutores/executores das hostilidades, violentas ou não violentas, contra os cristãos. Geralmente são grupos menores (radicais) dentro do grupo mais amplo de adeptos de uma determinada visão de mundo. As fontes de perseguição aos cristãos na Eritreia são: líderes religiosos cristãos, parentes, cidadãos e quadrilhas, oficiais do governo, partidos políticos, redes criminosas, líderes religiosos não cristãos.

Banner fontes persegui%C3%A7%C3%A3o 06 1610994405058

Quem é mais vulnerável à perseguição na Eritreia?

Cristãos de outras denominações que não da Igreja Ortodoxa Eritreia são particularmente vulneráveis à perseguição. Os ex-muçulmanos também são muito suscetíveis à pressão e violência por causa da fé em Jesus.

Como as mulheres são perseguidas na Eritreia?

Ao contrário de muitos países, as mulheres na Eritreia estão sujeitas ao serviço militar obrigatório. Mulheres cristãs recrutadas são particularmente vulneráveis à violência de gênero, enquanto mulheres cristãs detidas ou presas enfrentam agressões de guardas prisionais.

Nas áreas rurais do país, o rapto e o casamento forçado ainda prevalecem. Se um muçulmano sequestra uma mulher cristã, ela será convertida à força. Além disso, não há legislação que trate especificamente da violência doméstica, então as mulheres convertidas muitas vezes enfrentam abusos físicos, prisão domiciliar, ameaça de serem denunciadas ao governo, perda da guarda dos filhos e divórcio forçado.

Como os homens são perseguidos na Eritreia?

Como a maioria das posições de liderança nas igrejas não registradas são ocupadas por homens, qualquer prisão deles causa um vazio de liderança. Quando isso acontece, a prisão causa problemas econômicos para a família, como uma infância instável para os filhos e um medo constante, já que os homens são considerados os provedores e protetores do lar.

O que a Portas Abertas faz para ajudar os cristãos na Eritreia?

A Portas Abertas trabalha por meio de parceiros e igrejas locais na Eritreia para fornecer assistência prática aos cristãos perseguidos, bem como treinamento bíblico e discipulado. Além disso, investimos na conscientização dos irmãos e irmãs ao redor do mundo e estimulamos a oração pelos cristãos perseguidos do país.

Como você pode ajudar os cristãos perseguidos?

Além de orar por eles, você pode ajudar de forma prática doando para os projetos da Portas Abertas de apoio aos cristãos perseguidos. Doando para esta campanha, sua ajuda vai para locais onde a necessidade é mais urgente.

Fonte: Portas Abertas


FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *