Com nova variante da Covid-19, mais de 25 países já proibiram viagens ao Reino Unido • A Referência

0
44

Com nova variante da Covid-19, mais de 25 países já proibiram viagens ao Reino Unido • A Referência

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A proliferação “sem controle” de uma cepa mutante da Covid-19, apontada pelo governo do Reino Unido neste domingo (20), já fez com que 26 países suspendessem as viagens ao país. O número foi atualizado às 12h desta segunda-feira (21).

A cepa registrada na Grã-Bretanha pode ser 70% mais transmissível que outras em circulação, aponta uma análise preliminar. A OMS (Organização Mundial da Saúde) já trabalha para identificar os fatores que facilitam a transmissão.

Além das proibições do exterior, o premiê Boris Johnson impôs lockdown em Londres e no sudeste da Inglaterra. Visitas familiares estão proibidas. O porto de Dover, uma das principais passagens de abastecimento do país, também está fechado.

Aglomeração em Londres, Reino Unido, em outubro de 2020 (Foto: Pixabay)

A medida aponta para a gravidade dos números de contágio no Reino Unido. Até sexta-feira (18), Johnson estava relutante em cancelar as festividades de fim de ano.

Com uma população de 66 milhões de habitantes, o país já soma 2 milhões de contaminados e 67,5 mil mortos, conforme levantamento em tempo real da Universidade Johns Hopkins.

O afastamento isola o Reino Unido em um momento delicado. Com a saída oficial da União Europeia agendada para janeiro, Londres termina o ano sem um acordo com o bloco e com um surto muito superior à primeira onda do vírus no início do ano.

As relações já desgastadas com os vizinhos tendem a intensificar os danos econômicos ao país. As companhias aéreas já se preparam para as dificuldades. No sábado (19), o fluxo aéreo britânico registrou mais de 2,2 mil voos – o maior da Europa, registrou a Bloomberg.

Países com suspensão de viagens ao Reino Unido

Até às 11h desta segunda-feira (21), estes foram os países que suspenderam viagens à Grã-Bretanha:

  • Alemanha – Berlim suspendeu todas as ligações aéreas com o Reino Unido até 31 de dezembro. A exceção são os voos cargueiros. Fontes do governo disseram à AFP que o governo pensa em estender a suspensão até janeiro.
  • Arábia Saudita – Riad interrompeu todos os voos e suspendeu a entrada de britânicos em seus portos terrestres e marítimos até o próximo domingo (27), podendo se estender por mais uma semana. Todos os passageiros vindos da Europa serão obrigados a se isolar por duas semanas.
  • Argentina – A Argentina proibiu todos os voos do Reino Unido. O último avião deve chegar ao país nesta segunda-feira.
  • Bélgica – A princípio, a proibição de circulação entre os dois países será de apenas 24 horas.
  • Bulgária – Os voos entre os dois países estão suspensos até 31 de janeiro.
  • Canadá – O primeiro-ministro Justin Trudeau anunciou a proibição de voos ao Reino Unido por 72 horas. Os que já estão na Grã-Bretanha terão de ser submetidos a exames e “medidas avançadas”, disse o premiê.
  • Chile – Santiago anunciou a suspensão de todos os voos ao Reino Unido a partir desta terça (22). Todos os cidadãos sem autorização de residência ou que estiveram na Grã-Bretanha nas últimas duas semanas não poderão entrar no país, disse um comunicado do governo.
  • CroáciaAndrej Plenkovic anunciou a suspensão temporária de todo o tráfego aéreo de passageiros ao Reino Unido por 48 horas.
  • Dinamarca – O país suspendeu os voos ao Reino Unido por tempo indeterminado.
  • El Salvador – No Twitter, o presidente Nayib Bukele afirmou que qualquer pessoa que tenha estado na Grã-Bretanha ou África do Sul nos últimos 30 dias não tem permissão para entrar no país.
  • Estônia – O país suspendeu os voos ao Reino Unido por tempo indeterminado.
  • Finlândia – O país suspendeu os voos ao Reino Unido por duas semanas.
  • França – Paris suspendeu todas as viagens da Grã-Bretanha por 48 horas. Estão inclusas as relacionadas ao transporte de mercadorias por estrada, ar, mar ou trem, disse o governo. A exceção são os fretes desacompanhados. De acordo com o gabinete do primeiro-ministro Jean Castex, o período é suficiente para coordenar uma “resposta conjunta da UE” para permitir viagens do Reino unido com testes obrigatórios.
  • Holanda – Todos os voos estão proibidos até 1º de janeiro. Já há registro da nova cepa no país.
  • Hong Kong – A ex-colônia britânica já proibiu todos os voos que chegam do Reino Unido. A quarentena dos passageiros que chegaram ao território na última quinzena também será estendida.
  • Irã – Teerã anunciou que todos os voos estão suspensos por duas semanas.
  • Irlanda – Dublin afirmou que todos os voos estão suspensos por 48 horas.
  • Israel – Tel Aviv proibiu a entrada de cidadãos estrangeiros que estiveram na Grã-Bretanha, Dinamarca e África do Sul. O governo implantou regras mais rígidas em centros de quarentena.
  • Itália – Todos os voos estão suspensos por tempo indeterminado. O governo bloqueou a entrada de cidadãos que estiveram na Grã-Bretanha nos últimos 14 dias. Já há registro da nova cepa no país.
  • Letônia – O país suspendeu os voos por tempo indeterminado.
  • Lituânia – O país suspendeu os voos por tempo indeterminado.
  • Kuwait – O país enquadrou a Grã-Bretanha na lista de nações de “alto risco” e suspendeu os voos por tempo indeterminado.
  • Marrocos – O país suspendeu os voos por tempo indeterminado.
  • Romênia – O país suspendeu os voos por duas semanas, a partir desta segunda (21).
  • Suíça – Voos ao Reino Unido estão suspensos até novo aviso.
  • Turquia – O país suspendeu os voos ao Reino Unido, Dinamarca, Holanda e África do Sul.

FONTE ORIGINAL

Deixe uma mensagem para esse post

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui