Com Biden, Nasa pode deixar Marte de lado e atrasar planos de Musk

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Empossado como presidente dos Estados Unidos nesta quarta-feira (20), Joe Biden terá que definir o futuro da Nasa. Nos últimos anos, sob o governo de Donald Trump, a Nasa focou seu olhar para avanços espaciais – ainda mais em 2020, com o lançamento de astronautas em foguetes da SpaceX, de Elon Musk. Com Biden, as viagens ao espaço podem ficar em segundo plano.

Biden não fez grandes promessas em relação ao papel que seria desempenhado pela Nasa. Conforme reportado pelo SpaceNews, o partido Democrata lançou um relatório ainda durante o mês de julho informando que esperava que a agência espacial focasse seus esforços “para entender melhor como as mudanças climáticas estão impactando nosso planeta natal”.

O relatório em questão foi divulgado ainda no período eleitoral e não traz qualquer menção às missões recentes da Nasa para o envio de astronautas até a Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo de foguetes da SpaceX. Também não há nenhuma indicação clara de que a agência espacial irá dar continuidade aos projetos iniciados durante o governo Trump.

“Gerenciar a capacidade da Terra de sustentar a vida humana e a biodiversidade provavelmente irá, na minha opinião, dominar uma agenda espacial civil para um governo Biden-Harris”, disse Lori Garver, ex-vice-presidente de administração da Nasa durante o governo de Barack Obama, durante um evento realizado ainda em novembro do ano passado.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *