Cinco dicas para quem quer empreender com conteúdo na internet

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A pandemia de covid-19 mudou a forma como consumimos conteúdos na internet. A Pesquisa Global Consumer Insights Survey 2020, conduzida pela consultoria PwC, mostrou que 36% dos consumidores no mundo estão gastando mais com entretenimento e mídia desde que a pandemia começou. No Brasil, 25% dos consumidores brasileiros afirmaram ter expectativa de gastar mais em entretenimento em casa durante a pandemia, e 48% esperavam aumentar seu consumo de conteúdo de vídeo, segundo pesquisa da consultoria McKinsey.

Esse volume de pessoas buscando conteúdo na internet abre um leque de oportunidades para quem quer se tornar um empreendedor digital e ganhar dinheiro compartilhando seu conhecimento. Na Hotmart, plataforma de empreendedorismo que oferece um ecossistema para venda, divulgação e compra de produtos digitais, como cursos online, e-books, audiobooks e podcasts, o número de afiliados cresceu 167% em 2020.

“Com a pandemia, as pessoas foram forçadas a ficar em casa e o consumo de conteúdo na internet aumentou significativamente, o que permitiu acelerar a evolução dos serviços oferecidos”, aponta Nathália Cavaliere, vice-presidente de marketing da Hotmart.

As vendas na plataforma dobraram comparando os seis meses anteriores ao anúncio da pandemia aos seis meses seguintes. Isso revela a oportunidade para investir em ensinar o que se sabe. Se em um primeiro momento as pessoas buscavam atividades para passar o tempo ou cursos digitais, conta a executiva, com o amadurecimento do mercado ganhar dinheiro com conteúdo deixou de ser tabu para virar um negócio.

Para fazer parte da plataforma não é preciso pagar taxas ou mensalidades. Basta o interessado fazer o cadastro, “subir” seu conteúdo e divulgá-lo. E a empresa, que cobra apenas um valor proporcional sobre a venda, tem produtos gratuitos para orientar quem quer se lançar nessa empreitada. “Temos um desafio de 30 dias que ensina como usar todo o potencial da Hotmart”, indica a vice-presidente.

Se você já produz conteúdos nas redes sociais ou acha que tem vocação e talento para ser um empreendedor digital, Nathália elaborou uma lista de dicas para ajudar nesse processo. Confira abaixo:

1) Pesquise sobre o nicho que você quer trabalhar

Qualquer empreendedor digital precisa entender o mercado em que vai atuar e a relação das pessoas com os produtos já existentes. “É importante pesquisar sobre o tema e buscar informação em todo lugar: do Google a ferramentas mais elaboradas, como os do Ibope”, orienta Nathália.

Ainda que a pessoa não vá se dedicar integralmente à produção de conteúdo no início e que não seja necessário ter um investimento mínimo – basta um smartphone para gravar um vídeo – é importante ter uma estratégia desde o início do projeto.

2) Descubra quais são os atributos e diferenciais do seu produto

Depois que você entender como o mercado funciona, é preciso entender onde o seu produto se encaixaria nele. Aqui, é importante trabalhar os atributos do seu produto, ou seja, definir se ele é local, como você quer que ele seja percebido pelos clientes, o que ele tem de diferente em relação à concorrência, entre outros pontos.

“Vale fazer benchmarking de marcas concorrentes do jeito que você acha que seu produto poderia ser feito, mas para poder fazer algo totalmente diferente”, desafia a executiva. “Dessa forma, o conteúdo não fica com uma visão engessada e o empreendedor digital pode testar seu conteúdo.”

3) Elabore um plano macro

Antes de colocar o produto no mercado, o próximo passo é criar um plano de vendas, com estratégia, argumento e metodologia de venda. “Algumas pessoas fazem cursos pagos, outros utilizam materiais que a Hotmart disponibiliza gratuitamente”, diz Nathália. “Mas, independentemente da escolha, o importante é ter a visão dos passos que serão dados.”

É preciso traçar um plano pensando na divulgação com etapas bem estabelecidas para cada momento de estruturação do produto, da venda até o pós-venda. Ao longo do caminho, o empreendedor tem de avaliar os resultados constantemente, ver se o plano funcionou e, se necessário, recomeçá-lo novamente.

4) Conheça ou crie a sua comunidade

Aqui, a dica é gerar a identificação entre as pessoas que consomem seu produto, não só para  entender seu cliente, mas também para conseguir fazer o produto evoluir.

“O empreendedor digital pode criar essas comunidades no Sparkle, aplicativo da Hotmart voltado para grupos com o mesmo interesse, ou em suas redes sociais, como WhatsApp ou Telegram”, orienta o analista. “Ele ainda pode usar ferramentas como pesquisas nessas mídias para entender o comportamento do consumidor.”

5) Respeite os dados

Esse é um dos mantras da Hotmart e significa avaliar todas as informações disponíveis, entender os números e respeitar as limitações que os resultados indicam. A própria plataforma disponibiliza gratuitamente os dados do Google Analytics e os números de vendas, onde elas acontecem, faturamento, entre outras informações.

“Não basta fazer um conteúdo, colocar na plataforma para vender e deixá-lo lá para ser vendido. O empreendedor digital pode levantar muitos dados a partir do consumo e do uso da plataforma para ajudar em suas estratégias de produção e venda”, explica Nathália.

Clique aqui para saber como começar o seu negócio digital

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *