Chrome para celulares agora checa se você usa senha que vazou na internet

0
9
Chrome para celulares agora checa se você usa senha que vazou na internet

Chrome para celulares agora checa se você usa senha que vazou na internet

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O Google liberou nesta terça-feira (6) uma atualização importante para o Chrome tanto para o Android quanto para o iOS. O recurso mais importante da versão 86 está ligado à segurança: agora o navegador poderá detectar quando o usuário está utilizando uma senha que já tenha sido vazada na internet.A função já tinha sido implementada na versão do navegador para os desktops, mas agora está em implementação para dispositivos móveis. Quando o usuário digita seu email e senha, essas informações são cifradas e comparadas com um banco de dados composto de credenciais que foram reconhecidamente roubadas de múltiplas fontes.Serviços como o “Have I been pwned?” fazem esse monitoramento do cibercrime, catalogando os vazamentos que permitem às empresas como o Google fazer essa verificação. Graças à criptografia, não é possível, ao menos em tese, para a empresa descobrir qual é a senha que você está usando; o sistema permite apenas descobrir se esse código indecifrável já foi vazado previamente.Para simplificar a troca de senhas em caso de vazamento, o Google também iniciou uma campanha para que sites adotem uma URL definida para alteração de palavras-chave, que permitiria que o acesso à página seja agilizado e feito diretamente a partir do gerenciador de senhas do navegador. A recomendação do Google é que a URL seja “/well-known/change-password”, então, por exemplo, o Google recomendaria que o Facebook passe a direcionar a página de troca de senha para “facebook.com/well-known/change-password”.O Chrome para Android e para o iOS ganhou um outro recurso dos desktops chamado Enhanced Safe Browsing. A ideia é simples: quando a função está ativa, os endereços acessados passam por uma filtragem do Google, que visa evitar que o usuário entre em sites falsos e digite suas credenciais de acesso, permitindo roubo de suas informações. Segundo o Google, houve uma redução de 20% no número de usuários afetados por golpes de phishing quando a função está ativa.Outra função a caminho dos celulares é o Safety Check. O recurso concentra várias checagens de segurança rápidas, como conferir se a navegação segura está ativa, se alguma senha em uso foi vazada e se o Chrome está atualizado. Para usuários do iOS, o app agora conta com uma verificação biométrica pelo Touch ID ou Face ID, ou a digitação do código de bloqueio do celular para preenchimento automático de senhas.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários