Censo da Educação Superior 2019 mostra queda de calouros no ensino público

0
15

Censo da Educação Superior 2019 mostra queda de calouros no ensino público

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou nesta sexta-feira, 23 de outubro, os números do Censo da Educação Superior 2019 e, pelo segundo ano consecutivo, os dados apresentaram queda na quantidade de novos estudantes na educação pública do país.

Em 2019, houve o ingresso de 3,6 milhões de novos estudantes em graduações do país, um aumento de 5,4% em relação ao ano anterior. No entanto, desses novos estudantes de graduação, 84,6% entraram em um curso de instituição privada, enquanto só 15,4% ingressaram no ensino público.

Em relação ao Censo de 2018, houve queda de 3,7% na quantidade de calouros no ensino público e o aumento de 8,7% na rede privada. Essa queda vem sendo registrada desde o Censo de 2017, assim como o aumento dos alunos de graduação de instituições privadas (confira no gráfico).

Essa queda de estudantes em instituições públicas já havia sido registrada em 2017/2018, assim como o aumento dos alunos de graduação de instituições privadas (confira no gráfico). Além disso, na última década a rede privada cresceu 87,1%, enquanto a rede pública cresceu apenas 32,4%.

Veja a evolução dos dados no gráfico:


Clique na imagem para ampliar o gráfico

Reprodução/Inep

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Educação a Distância (EaD)

Um dos fatores que contribuem para que o crescimento do ensino superior privado é o maior interesse dos estudantes para os cursos de educação a distância (EaD), que nas instituições públicas possuem menor oferta.

Em 2019, mais de 2,4 milhões de estudantes se matricularam em graduações EaD. Dentro do número, 93,6% optaram pela realização do curso em instituição privada e somente 6,4% escolheram o ensino público.

Veja também: Como escolher um curso EaD?

Se for levado em consideração o crescimento dessa modalidade desde 2009, as matrículas subiram 192,4%. Enquanto isso, o aumento de matrículas nos cursos presenciais no mesmo período foi de 20,3%.


Clique na imagem para ampliar o gráfico

Reprodução/Inep

Tipo de Graduação

Os dados divulgados pelo Inep também informaram que os cursos de bacharelado continuam sendo os que mais possuem interessados. Em seguida vem as licenciaturas e os cursos tecnológicos. Veja a quantidade de matrículas em 2019:

Bacharelado: 5.662.939 (66%)

Licenciatura: 1.687.367 (19,7%)

Tecnológico: 1.223.851 (14,3%)

Porém, quando comparados em relação 2018/2019, o maior crescimento foi nos cursos tecnológicos, com 11,5%. O aumento da procura desse tipo de graduação também está relacionado aos cursos EaD. Quase 60% das matrículas de cursos tecnológicos são a distância.

Veja também: Conheça como funcionam os cursos tecnológicos

Mais: Saiba a diferença de bacharelado e licenciatura

Para mais informações acesse o Site do Inep.

FONTE ORIGINAL

Deixe uma mensagem para esse post

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui