Carros movidos a hidrogênio funcionam? Conheça os carros do futuro.

Carros movidos a hidrogênio funcionam? Conheça os carros do futuro.

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Como seriam os carros do futuro? Está pergunta faz parte da imaginação humana a décadas. Carros movidos a energia solar, a água e a hidrogênio, ou híbridos com aviões capazes de voar e livrar os passageiros do transito engarrafado. As ideias são muitas mas saiba quais deram certo e como serão os carros do futuro

Motor Movido a Água

A ideia é simples e, na teoria, perfeito além de barato. O motor movido a água é capaz de efetuar o processo de eletrólise, separando o hidrogênio do oxigênio através de uma corrente elétrica.

Assim sabendo desta teoria, em 2015 Ricardo Azevedo, um mecânico da cidade de Itu no estado de São Paulo, resolveu criar um motor que funcionasse movido com água.

Ricardo era um mecânico preparador de motos de corrida que, com a ajuda do filho formado em química, adaptaram o motor de uma moto Honda NX 200 para funcionar usando água comum.

Na época eles chamaram o sistema de propulsão de Moto Power H2O que nada mais era do que um tanque adicional para armazenar água na parte traseira da motocicleta.

 O tanque era conectado a uma série de placas metálicas que possuíam a função de extrair as moléculas de hidrogênio da água, servindo de fonte de combustível para o motor.

De acordo com o mecânico o sistema tinha um ganho de eficiência se fosse usado água destilada no tanque, porém segundo ele, qualquer fonte de água servia, inclusive as águas extremamente poluídas do rio Tietê.

 A água movimentava um pequeno propulsor de um dos cilindros da moto, fazendo com que ela rodasse 500 km com apenas um litro.

Porém se gasta muito mais energia para realizar este processo de separação molecular do que se produz para alimentar o motor, tornando o sistema falho.

Além disso com todos os materiais necessários para alterar e adaptar o motor, que possuía um sistema de alimentação hibrida, para ser abastecido com água ou gasolina, Ricardo teria gasto 6.000 reais na época.

Você também pode se interessar por:

Nascem os Kits de Hidrogênio

kit hidrogenio

Logo que começaram a aparecer estes inventores dos motores alternativos movidos a água, surgiram os famosos kits prontos, para transformar os motores tradicionais em tecnologia movida a hidrogênio.

Custando uma fortuna, cerca de 2000 mil reais, os kits eram vendidos online e prometiam fazer milagres.

Contudo, infelizmente quem comprou este material se arrependeu pois nunca funcionaram, assim como estes supostos motores movidos a água feitos em casa.

 Aliás antes de Ricardo Azevedo ter ganhado seus 15 minutos de fama com seu motor híbrido para motocicleta, Fernando Mariano em 1976 já tinha realizado o mesmo feito tecnológico em um motor de carro.

 Porém assim como todos os inventores também não teve sucesso. Ainda não se conseguiu criar uma solução para o alto custo de energia necessário para fazer o motor movido a água funcionar.

 Entretanto o uso do hidrogênio como combustível é uma realidade viável e ecologicamente necessária.

Carros Movidos a Hidrogênio Funcionam?

carro hidrogenio

Os motores tradicionais movidos com combustíveis fósseis como gasolina e Diesel são altamente poluentes pois o resultado da queima destes materiais é o gás carbônico, liberado em grande quantidade na atmosfera.

Além disso o tempo de duração deste tipo de combustível está com os dias contados devido a extinção das reservas de petróleo no solo.

Desta forma surgiu a necessidade de encontrar uma nova fonte combustível, não poluente e abundante.

 Assim nasceu o motor movido a eletricidade que, apesar de ecologicamente perfeito, possuí problemas a serem solucionados como pouca autonomia e demora no tempo de recarga das baterias.

Contudo os carros movidos a hidrogênio ou FCV “fuel cell vehicle” foram o passo seguinte na evolução dos motores elétricos porque estes motores são utilizados juntamente com o novo combustível.

 Esta tecnologia não emite poluentes, possuem alta autonomia e um tempo de recarga extremamente curto, mas eficiente.

Mas como funciona?

motor hidrogenio

Os novos carros possuem um tanque que comporta grande quantidade de gás hidrogênio comprimido.

O Hidrogênio quando sai do tanque e entra em contato com o ar produz uma reação química criando vapor de água.

Entretanto o choque desta reação química gera energia elétrica que abastece o motor elétrico do carro, pois apesar do combustível ser o hidrogênio o motor do carro é elétrico.

Inegavelmente a união das duas tecnologias formou uma terceira com características especificas e ideais para o momento atual.

O novo automóvel não emite poluentes, possui grande autonomia e o tempo de recarga leva apenas alguns minutos.

O hidrogênio por ser um gás tem a capacidade de ficar comprimido em grande quantidade dentro de um espaço pequeno como num tanque de combustível.

 Desta forma esta característica possibilita uma autonomia maior ao carro que possui um tanque especial capaz de suportar a pressão do gás em seu interior.  

Inegavelmente esta tecnologia possui muitos pontos positivos, mas o principal deles é livrar a atmosfera do excesso de gás carbônico.

 Além disso, este tipo de motor é mais silencioso do que o tradicional reduzindo a poluição sonora, muito comum nos grandes centros.

Entretanto o motor a hidrogênio por ser recente requer que os postos de combustíveis se adaptem, adicionando bombas de hidrogênio além das tradicionais.

Outro fator importante é a mudança e adaptação das empresas automobilísticas para que possam oferecer este tipo de motor em todos os seus veículos.

Contudo muitas montadoras já estão investindo nesta tecnologia, mas ainda vai levar um tempo até que ela se popularize e se torne acessível a maioria da população.

Créditos de Imagem: Bing Images e (indianautosblog.com)

FONTE ORIGINAL

Compartilhe esse post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *