Butantan pede à Anvisa autorização para testar soro anticovid – Notícias

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:




A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu nesta terça-feira (2) o pedido de autorização para começo dos estudos clínicos e testagem do soro anticovid do Instituto Butantan, plasma com anticorpos produzidos por cavalos, que está sendo estudado e desenvolvido para diminuir os efeitos da doença nas pessoas infectadas que estão com sintomas graves. 


O soro é feito a partir de um vírus inativado por radiação, e aplicado em cavalos, que produzem anticorpos do tipo IgG. Estes anticorpos são extraídos do sangue e purificados


Em nota, a Agência afirmou que recebeu o pedido de autorização para o DDCM (Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamento) do soro Hiperimune ant-SARS-CoV-2, mas que ainda não foi apresentado o DEEC (Dossiê Específico de Ensaio Clinico), contendo o protocolo clínico do estudo a ser realizado.


O DEEC é um dos documentos obrigatórios para análise do DDCM e o principal documento para avaliação de um pedido de pesquisa clínica de medicamentos com seres humanos.





O soro é feito a partir de um vírus inativado por radiação, e aplicado em cavalos, que produzem anticorpos do tipo IgG. Estes anticorpos são extraídos do sangue e purificados 


Em nota, o Instituto Butantan afirmou que irá pedir até a próxima semana autorização à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para realizar estudos clínicos em humanos. O objetivo da pesquisa é verificar a segurança e a eficácia do imunobiológico em pacientes infectados com o novo coronavírus. Cerca de 3 mil frascos de soro estão prontos para o início dos testes em humanos.



FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *