Bruna Marquezine reclama do interesse excessivo das pessoas em sua vida pessoal

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Com mais de 40 milhões de seguidores no Instagram e diversos fãs espalhados por todo o mundo, Bruna Marquezine precisou se adaptar com o fato de que tudo sobre ela pode virar notícia.

Em entrevista recente à Glamour, a atriz desabafou a respeito do peso que tem em acabar sendo uma influenciadora.

Nós estamos expostos a muitas opiniões. Se você não busca o autoconhecimento, se os seus valores não estão claros e não tem uma rede de apoio muito fiel e segura ao seu redor, é muito fácil você se deixar levar e acreditar na opinião alheia, seja ela positiva ou negativa. É um meio muito competitivo. Se acredito em um Deus que diz que tem algo reservado para cada um de nós, nem penso em me permitir afetar por comentários maldosos”, ressaltou.

Além disso, a famosa abriu o coração ao mencionar que, muitas das vezes, sua vida era sempre resumida aos relacionamentos, principalmente quando se refere ao jogador Neymar, de quem se separou em 2018.

O fato de dar entrevistas gigantes abordando assuntos tão relevantes, importantes e principalmente para falar sobre meu trabalho, que é o que eu tenho de mais precioso, para trocar com o próximo e sempre [os jornalistas] deixavam uma pergunta para o final, sobre minha vida pessoal, sobre meu relacionamento [com o jogador Neymar] que acabou virando público por ambos os lados. Era sempre muito frustrante ver a chamada da entrevista resumida a um namoro”, pontuou Marquezine.

Reconhecida por levantar a bandeira feminista, durante o bate-papo a famosa se disse orgulhosa em ser um exemplo, mas que luta também por diversas outras causas

Fico feliz de ter uma voz que algumas pessoas se interessam pelo que eu acredito e luto. Obviamente poderia abraçar essa causa em silêncio, que é também muito importante: o que vale mesmo são nossas atitudes no dia a dia. Abraçar essa causa, além de protestar, é um exercício diário, é uma luta pela igualdade, uma luta pela empatia e nunca se conformar com as coisas que estão do jeito que estão”, enfatizou.

Em seguida, Bruna Marquezine ainda destacou que, “mesmo estando em lugar de privilégio”, percebe o quanto essa pauta é importante para a sociedade.

Já tem alguns anos que começamos a escutar sobre o feminismo e comecei a entender algumas posturas, práticas e situações que vivemos diariamente só por ser mulheres. Às vezes a nem percebemos. Eu falo em um lugar de privilégios, mas só de pensar quantas mulheres passaram por casos trágicos e histórias irreversíveis.”

AvatarDa Redação

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *