ECONOMIA

Bolsonaro não usa máscara em 7 de cada 10 eventos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não usou máscara em 7 de cada 10 eventos oficiais realizados no período de 10 de março de 2020 e 31 de maio de 2021. Também causou 99 aglomerações em 76 cidades que visitou.

Os números são do jornal O Estado de S. Paulo. O levantamento teve como base a análise do banco de imagens do Palácio do Planalto na plataforma Flickr. Apenas os eventos com a presença do presidente foram considerados.

O presidente teve 459 eventos fotografados de março de 2020, quando foi confirmada a 1a morte por covid-19  no país, à última viagem internacional -para Quito, no Equador, em 24 de maio deste ano. Em 73% das ocasiões, Bolsonaro apresentou-se sem máscara.

Os eventos incluem reuniões, cerimonias, inaugurações, visitas oficiais, entre outros. Somente durante suas reuniões no período, que somaram 175, o presidente não utilizou máscara em 87 ocasiões.

Em parte dos eventos, Bolsonaro, sem máscara, tirou fotos e cumprimentou seus apoiadores. Um dos casos ocorreu no dia 23 de maio de 2021, durante um passeio de moto pela cidade do Rio de Janeiro (RJ).

No dia do passeio, o Brasil registrava 450 mil mortes por Covid-19. Sem máscara, o presidente abraçou, conversou e tirou foto com os apoiadores. O passeio teve a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

A presença de Bolsonaro durante aglomerações também aconteceu em Manaus (AM). O local passou por uma crise de falta de oxigênio para o atendimento de pacientes de covid e o colapso do sistema de saúde em janeiro de 2021. Três meses depois, o presidente causou aglomeração ao se reunir com líderes evangélicos e ao inaugurar um centro de convenções.

Na maior parte do tempo, Bolsonaro estava sem máscara ao ter contato com os cidadãos. Durante a visita, o país registrou 386 mil mortes por covid-19.

Segundo o levantamento do jornal, houve aglomerações em eventos fora da agenda oficial. Foi o caso de uma parada não planejada no município de Catolândia (BA). O presidente se reuniu com apoiadores, tirou fotos e causou aglomeração. Parte das pessoas no local também não usava máscara.

O jornal considerou como aglomeração as situações com a presença de populares, em locais abertos ou fechados, com mais de cinco pessoas ocupando espaços sem observar o distanciamento social.

Continuar lendo



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: /www.poder360.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)