Bitcoin acumula perdas de 10% e tem pior semana desde setembro de 2020 | Future of Money

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O preço do bitcoin conseguiu recuperar parte das perdas dos últimos dias, mas mesmo assim está perto de fechar sua pior semana desde setembro de 2020. Ao todo, o principal criptoativo do mundo acumula desvalorização de quase 10% desde a última segunda-feira, 18.

O bitcoin começou um intenso movimento de alta em outubro de 2020, quando estava cotado a cerca de 10 mil dólares. Desde então, sua cotação subiu vertiginosamente, chegando a ser negociado a quase 42 mil dólares no dia 8 de janeiro. Desde então, parece ter mudado sua tendência de preço.

No dia 11, caiu mais de 20% em poucos minutos, chegando a valer menos de 33 mil dólares. O ativo digital conseguiu recuperar parte das perdas rapidamente e foi testar o preço de 40 mil dólares nos dias seguintes. Na última quinte-feira, porém, voltou a sofrer correção acentuada e viu seu preço cair para 28.500 dólares.

Apesar de ter recuperado parte do valor, o maior ativo digital do mundo é negociado no momento a 32.300 dólares, o que indica uma queda de 10% no seu preço ao longo da semana. É a maior queda semanal do bitcoin desde setembro 2020, quando desvalorizou 12% em uma semana, segundo dados do site TradingView.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *