BBB 2021: Saiba como não agir na sua vida profissional – 16/02/2021

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Semana após semana, o BBB segue como o tema mais comentado no Twitter e em todas as outras redes sociais. Comportamentos, no mínimo, polêmicos têm alertado para os grandes danos que as atitudes podem causar para os outros e para a própria pessoa, inclusive do ponto de vista profissional.

Karol Conká, a participante mais falada, já perdeu cerca de R$ 5 milhões, entre shows e trabalhos. Guardadas as devidas proporções, com atitudes semelhantes, você também pode ter perdas profissionais. Por isso, a coluna separou sete atitudes prejudiciais à carreira que aprendemos com o BBB 2021. Você também pode assistir o conteúdo no vídeo acima.

  1. Fazer o poder subir à cabeça: No BBB, os que entraram no programa como favoritos hoje são “cancelados”. Os artistas não têm a noção de que aqui fora já possuem menos seguidores até mesmo que pessoas antes desconhecidas. Em uma situação de liderança ou na qual as pessoas escutam você, é importante ouvir os outros colaboradores, posicionar-se de igual para igual. Lembre-se de que o trabalho sempre é feito em equipe.
  2. Ser maria vai com as outras: Posicione-se e não aceite o que o outro fala sem refletir e questionar. No programa, um exemplo de pessoa que não tem feito isso é o Arthur, que continua a seguir algumas posições de Karol Conká sem questioná-la.
  3. Não ter uma comunicação objetiva: Apesar da boa intenção, Juliete acaba sendo prolixa em algumas falas, o que irrita quem está por perto. Na vida profissional, tente ser objetivo. O melhor caminho é sempre pensar na intenção da comunicação: onde você quer chegar com a reunião que está conduzindo? O que quer falar para o seu colega?
  4. Comunicação violenta: Comunicar suas ideias, sempre de maneira clara, não significa ser agressivo, como Karol Conká e Lumena fazem ao criticar outras pessoas. Ao se posicionar de maneira agressiva a chance de você conseguir a colaboração do outro é mínima. Em geral, a pessoa vai agir contrário ao que você fala, não a favor.
  5. Menosprezar a trajetória do outro: Por mais conhecimento que tenha em um assunto, sempre vale ouvir a outra pessoa. Já vi muitos profissionais se ancorando em diplomas para serem escutados ao invés de construir soluções contando com diferentes ideias.
  6. Não ouvir as pessoas: O que o BBB 2021 menos tem mostrado são conversas em que duas pessoas se escutam. Ter uma escuta atenta é positivo, pois faz outros profissionais buscarem você como conselheiro. Além de ganhar um poder intangível de sempre ser ouvido, você constrói relações que podem levá-lo para outros cargos e empresas, o famoso networking.
  7. Esquecer-se do público final: A frase mais ouvida no BBB é “O Brasil está vendo!”. Ali, quem vota é no fim quem decide o vencedor. Na vida profissional, muitas vezes entramos em batalhas de ideias e acabamos nos esquecendo de qual é o propósito: solucionar um problema do consumidor. No fim, é ele quem manda.

Você costuma ter alguma dessas atitudes? Comente abaixo ou, se preferir, fale com o Econoweek pelo YouTube ou Instagram.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *