Atualize agora! Chrome 86 está recheado de novidades de segurança

0
8

Atualize agora! Chrome 86 está recheado de novidades de segurança

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Em mais uma importante atualização, a Google introduziu poderosas ferramentas de segurança ao Chrome. A versão 86 do navegador traz consigo um verificador de senhas salvas para Android e iOS, que notifica o usuário se alguma delas foi vazada em algum ataque e novos controles sobre downloads não considerados seguros.

As adições variam de acordo com a distribuição do navegador. Para Android e iOS, as novidades incluem a ferramenta de verificação de senhas já conhecida por usuários da versão desktop. O recurso notifica o usuário se alguma senha salva tiver sido exposta em algum vazamento de dados e sugere imediata alteração, algo parecido com uma das ferramentas adicionadas recentemente no Safari.

Do outro lado, a Google está incentivando a adoção do padrão W3C para URLs de páginas de substituição de senhas (por exemplo: site.com/.well-known/change-password). Aqueles que se adaptarem à sugestão permitirão que o navegador incorpore um botão para troca rápida de senhas, direcionando o usuário rapidamente para a página dedicada no site desejado.

Já para iOS, outro recurso interessante chega no Chrome 86: usuários poderão optar pela sua identificação biométrica (Touch ID ou FaceID) para aplicar as senhas. O mesmo já acontece com o Android há algum tempo.

Downloads protegidos por protocolos

A versão 86 introduz novos alertas para processos HTTP. O Chrome passa a informar o usuário sempre que ele estiver preenchendo dados de formulário em um site que adota o padrão HTTP, notificando que aquela conexão “pode não ser segura” e retirará o recurso de autopreenchimento. O mesmo acontecerá quando o usuário baixar algum arquivo via comunicação HTTP.

Outra ferramenta que está sendo adicionada pela Google é o recurso de segurança experimental de “encurtação de URLs”. O Chrome deixará de exibir todo o conteúdo da URL na aba de endereço por padrão, destacando apenas o domínio principal. Essa restrição busca destacar o nome do site e permitir que o usuário o leia sem maiores distrações, tentando evitar o phishing que exploram “typos” — erros comuns de digitação.

 Google/Reprodução 

As novidades ainda estão sendo encaminhadas para todas as distribuições. Se você ainda não atualização, vale conferir se há download disponível na sua loja de apps.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários