Ativistas do Black Lives Matters confrontam mulher em restaurante: “Você é cristã?”

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Uma mulher foi confrontada por se recusar a levantar o punho em apoio aos ativistas do Black Lives Matter, enquanto jantava em um restaurante na noite de segunda-feira (24) em Washington, nos Estados Unidos.

O momento foi registrado em vídeo pelo repórter Frederick Kunkle, do jornal The Washington Post, e viralizou nas redes sociais, atraindo críticas às manifestações extremistas do grupo.

Na ocasião, um grupo de manifestantes brancos exigiram que uma mulher, sentada na parte externa de um restaurante no bairro Adams Morgan, levantasse seu punho em um ato de apoio. 

A mulher, identificada como Lauren B. Victor, se recusou. Enquanto isso, a multidão gritava frases como “silêncio branco é violência” e “sem justiça, sem paz”.

Enquanto os manifestantes gritavam, uma das mulheres confrontou Lauren com a pergunta: “Você é cristã?”

Lauren Victor, uma urbanista e fotógrafa de 49 anos, disse ao Washington Post que ela não estava com medo e que havia participado de manifestações anteriores do Black Lives Matter, quando os protestos tinham um apelo contra o racismo. 

Mas, naquele momento, ela sentiu que era errado ser cercada e pressionada pelos ativistas para mostrar apoio ao movimento.

“Eu me senti como se estivesse sob ataque”, disse Lauren. “Foi simplesmente sufocante ter todas aquelas pessoas vindo até você. Ter uma multidão, com toda aquela energia, exigindo que você faça isso. No momento, não parecia certo”.

O vídeo compartilhado por Kunkle tem mais de 10 milhões de visualizações e atraiu críticas nas redes sociais. Uma cena semelhante foi compartilhada no Twitter no início desta semana, na qual outro grupo enfrenta dois clientes, sentados do lado de fora de um restaurante, que também se recusaram a levantar os punhos. 

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *