Após crise interna, duas roteiristas vão escrever série sobre Marielle – 29/10/2020

0
17

Após crise interna, duas roteiristas vão escrever série sobre Marielle – 29/10/2020

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Duas semanas após o pedido de afastamento de quatro roteiristas, a Globo escalou duas autoras para comandar a chamada “sala de roteiro” do projeto de série de ficção sobre Marielle Franco (1979-2018).

Os quatro roteiristas se afastaram por divergências sobre a condução do projeto, idealizado por Antônia Pellegrino e dirigido por José Padilha. O projeto tem coprodução do Globoplay e ainda está em fase muito inicial. Nenhum capítulo ainda está completamente escrito.

Mariana Jaspe e Maria Camargo vão montar uma nova equipe para desenvolver o trabalho. Elas trabalharam juntas no desenvolvimento para a Globo da série baseada no livro “Um Defeito de Cor”, um épico escravagista, com previsão de estreia em 2021.

Segundo a Globo, “a chegada das duas à equipe é resultado da recomposição da sala de roteiro e de um processo de escuta que garantiu a representatividade da mulher negra também no grupo de liderança criativa do projeto.”

“Marielle foi protagonista de sua própria história e será também a protagonista desta série. É por isso que me junto a este projeto: para contar a história de Marielle – pessoa e personagem – com a dignidade e a força que ela exige e merece”, diz Mariana.

“Vamos somar forças e mergulhar juntas em busca da melhor forma de contar a história de Marielle, com o cuidado, a responsabilidade e a delicadeza que sua trajetória merece”, complementa Maria.

Com uma bagagem maior na Globo, Maria Camargo assinou as séries “Assédio” e “Dois Irmãos”, colaborou nas novelas “Lado a Lado” e “Babilônia”. Ela também assina o roteirio do filme “Nise: O Coração da Loucura”

O projeto da série sobre Marielle Franco é uma concepção da Antifa Filmes, dos produtores executivos Antonia Pellegrino e José Padilha. A série terá Jeferson De entre os diretores.

A emissora promete que, “seguindo os mesmos critérios de talento e diversidade que orientam essa obra e as demais produções e coproduções do Globoplay e dos Estúdios Globo, outros roteiristas e diretores se juntarão ao projeto de acordo com o seu desenvolvimento”.

FONTE ORIGINAL

Deixe uma mensagem para esse post

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui