A importância dos livros



Evento de literatura no Ibmec-Barra organizado pelos alunos, com palestras minha e da autora de novelas Glória Perez. Falo um pouco da trajetória da minha vida em relação à leitura.
Rodrigo Constantino
https://www.youtubepp.com/watch?v=2u8jUax3Hfg

FONTE ORIGINAL DO VÍDEO

O que você achou desse post?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

21 comentários em “A importância dos livros”

  1. Sr Constantino, me responde uma coisa? Tenho 17 anos e seria útil se vc indicasse alguns livros ou recursos da literatura que exercitam minhas capacidades argumentativas. Há um tempo eu venho vomitando literatura dissertativa de revistas e sites mas eu quero algo que funcione, por definitivo. Sugestões?

    Responder
  2. Voce é liberal meu jove? Se for (ou se se considerar um) busque o site do Mises Brasil, la encontrara livros dos principais autores liberais traduzidos para o portugues e gratuitos. Sugiro que comece por "Liberalismo" de Ludwing von Mises

    Responder
  3. Literatura não é um f(x). Não há como calcular os resultados de cada leitura. Comece pelas leituras de seu interesse, dê preferência àquelas de linguagem mais simples. A literatura é um processo, não uma função.

    Responder
  4. E analisando bem sua pergunta, leia o livro: "História da literatura ocidental" do Otto Maria Carpeaux – tem em pdf na net, ali você terá um norte incrível da evolução do pensamento ao longo dos tempos, e te permitira ver por sua própria conclusão o que mais lhe atrai. bons estudos garoto.

    Responder
  5. Cara, vou dar uma dica:Leia literaturas bastante diversificadas e descubra sua área de interesse,assim você terá um conhecimento bastante abrangente como o Constantino citou.Não fique preso a ler só a literatura técnica ou clássica, leia de tudo, que de alguma forma vc vai tirar proveito de tudo.Sobre os argumentos,não tem jeito, os debates são infindáveis, vc vai sempre ficar em debates por mais claro que vc seja, pois tem gente que não quer enxergar o mais óbvio.

    Responder
  6. Ouvir você dizer que não precisou de uma especialização e que não teve um tutor nesse caos e leu tudo por iniciativa própria me inspira. Também tive uma iniciativa tardia na leitura mas, sem dúvidas, não consigo imaginar mais minha vida sem ela, e gostaria muito que as pessoas encontrassem esse sentimento, faz muito bem. Cada vez que te conheço, te admiro mais por suas ideias e por quem você é. Abração Constantino!

    Responder

Deixe um comentário

ACHADINHOS BARATOS

Esse post pertence a esse canal