A Criminalização da Política



A política é por definição obter recursos via violência. Obviamente ela deveria ser criminalizada, e seria extremamente benéfico a uma sociedade qualquer ter uma visão negativa sobre a ideia da política.

Uma sociedade pode se orientar por associação voluntária, isto é, comércio, ou por política, isto é, agressão. Quanto mais ela rejeita a política, mais abraça o comércio, a força civilizatória da humanidade.

Uma sociedade política é uma sociedade onde o outro é meu inimigo. Para que eu receba algo, alguém deve perder algo, então estarei sempre buscando um inimigo, alguém para odiar, alguém para apontar como provedor do meu sustento.

Uma sociedade de comércio é uma onde todos são possíveis aliados, possíveis clientes, sócios, apoiadores ou contratantes. É uma sociedade cordial, pacífica e amigável.

É excelente que a Lava-Jato esteja criminalizando a política, e justamente por isso eu a explico e explico a política: para que se veja o que ela realmente é.

Quer saber mais sobre bitcoin?

Onde comprar:
http://www.foxbit.com.br

Blog FOXBIT:
http://www.foxbit.com.br/blog

Canal da FoxBit:
https://www.youtube.com/channel/UC0F16q5QzJx7oIWoC5arEtg

Quer saber mais sobre Dash?
https://telegram.me/dashbrasil
https://www.dash.org/

Camisetas:
http://bit.ly/TomandoPartido-IR

Seja um apoiador do canal!
https://apoia.se/ideiasradicais
Bitcoin: 1Kceqou4KDdmJNREAzvv9GD3JB2WbvohqJ
Dash: XniH4xyvwSuw79BFLiDJmSa4hsK3rehNM2

Vinheta: Henrique Silvério ([email protected])

Contatos:
Fanpage: https://www.facebook.com/ideiasradicais
Twitter: https://twitter.com/ideias_radicais
Anuncios/Mech: [email protected]
Ideias Radicais
https://www.youtubepp.com/watch?v=n3n_HSJS3oE

FONTE ORIGINAL DO VÍDEO

O que você achou desse post?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

38 comentários em “A Criminalização da Política”

  1. Enquanto a gente aceitar que o poder judiciário e o legislativo fação seus próprios salários e aposentadorias com tetos exorbitantes, eles nunca iram nos respeitar como patrões. O correto seria eles receberem salários mínimos, dependerem da saúde publica e das escolas publicas para seus filhos. E se roubar, além de preso tem que devolver tudo o que roubou dos cofres públicos só assim teríamos um Brasil mais justo

    Responder
  2. 5:04 Eu sou esse tipo de cara no meu bairro.. E funciona!!! E quando falaram comigo q eu deveria ser candidato a vereador, eu simplesmente respondo: só se for pra implodir o sistema por dentro, i.e. cortar os impostos para os moradores das comunidades que se viram sem depender da prefeitura…

    Responder
  3. tenho dois pais muitos soças e minha mãe é funcionaria pública,não entende nada de politica desde que eu comecei a entender o anarco capitalismo sinto que o dinheiro dela e suja mas não tenho como falar isso pra ela,pior que ela vive mandando eu fazer concurso publico e não tenho coragem de dizer porque não quero,bem triste essa situação

    Responder
  4. kkkkk,lembrei de um negócio…
    escola foi proibida é impossibilitada de colocar ar condicionados vindo de recursos privado,pq o estado não garante a manutenção dos mesmo.
    Diz que apenas o estado pode fornecer os ar-condicionado.

    Responder
  5. E se não houvesse o entendimento bem e mal? Enquanto o existir ainda dança no teatro que nós chamamos de sociedade; Toda essa busca à perfeição da peça insana ainda continuará em uma roda doente sem fim. talvez oque vale não é o lá na frente do que possa ou deve ser. talvez o sim as cores e voltas que fazemos quanto parte dela, ainda esta dançando.

    Responder
  6. O Rafael não sabe diferenciar o que é Estado moderno e política. Antes de chegar a essa generalização "política" ele devia começar classificando os diversos tipos de Estado.

    Responder
  7. Política

    Nossa vida mais e mais ficando crítica
    Basta olhar que você vê que a vida cívica
    Deteriora tanto quanto a coisa pública
    Quanto choro, quanta fome, quanta suplica
    Quanto nojo de saber que gente estúpida
    De mamatas vão vivendo na república
    chegou lá sem declarar riqueza súbita

    Joga o jogo de enganar postura física
    De enganar figura lá postura cênica
    Vem política estúpida e anêmica
    Vem política raquítica, cínica
    Choque vai, vem inflação de forma cíclica
    Nem precisa consultar a estatística
    Pois de fato a gente sente a vida rústica
    Que não há como mudar o tom da música
    Pois vai mudar, vai melhorar, vai ficar nítida
    Sua alegria de viver será explícita
    Nos palanques bem montados, boa acústica
    São patéticas promessas de política

    Essa política gerando gente cínica
    povo mais cada vez ficando cético
    Gabiru será um dia milimétrico
    São escândalos, processos quilométricos
    São sequestros, falcatruas sem inquéritos
    Ser parente se promove pelo mérito
    Superfaturada a compra, coisa ilícita
    Divulgado o resultado da balística
    Só se tinha um tiro certo para o céfalo
    Deram dois na inflação, efeito ínfimo
    Galopante volta a fera, segue o ritmo
    Qual doença degradando o corpo aidético
    Então o político declara ser o médico
    Diagnostica que a cura é pelo empréstimo
    Com certeza vai querer morder o dízimo
    E ao problema ele receita um analgésico
    E toda verba vai pro bolso dos corruptos
    E todo o povo ajoelhado ante o púlpito
    Ora a deus, pede luz para o facínora
    Encarnado na figura do publícola

    Avanço no futuro, cibernética
    Com videogame, disc-laser, informática
    Mili-dados vão na fita magnética
    E essa política atrasando o sul da América
    Demagogia se tornando vida prática
    Recessão na economia mais estática
    A gente não sabemos nem uma gramática
    E na saúde como a coisa está dramática
    Se ganho vinte: noves-fora, matemática
    Lá vai imposto numa construção lunática

    Teve debate na TV caiu na sátira
    Lobbies lobos lambem lá de forma sádica
    Outros bobos querem resolver na mágica
    Alguns acharam a solução compondo máximas
    Outros já preferem agir de forma tácita
    E tudo via se aprofundando na retórica
    E de política o povo está com cólicas
    E vai levando na sua vidinha módica
    Quando o que dá risadas, sente cócegas
    Do salário de miséria, coisa cômica

    Parlamentarismo, monarquia ou republica
    Muda o nome e terão todos forma única
    Se não mudar a mentalidade lúdica,
    modo de se encarar a coisa pública
    Enquanto isso a esperança mais umbrícola
    Secando a roupa no varal ainda úmida
    sol batendo numa gota d'água fúlgida,
    Que será de nós e de nosso habitat?
    Sujando as mãos nós limparemos a política
    A inflação é conseqüência desse cólera
    E todo mal que nos assola é uma alíquota
    Cujo montante principal é a política
    Essa política sem lógica, sem nexo
    Essa política do próprio paradoxo
    Essa política larica mais que tóxico
    Essa política do fight bem no plexo
    Essa política que não respeita sexo
    Essa política perdida em circunflexo
    Essa política mentiras em anexo
    Essa política do choque heterodoxo

    Responder
  8. A vida social é essencialmente política. Todo mundo "está na política". Todo mundo age politicamente, pensa e toma posições politicamente; faz escolhas politicas. A vida na cidade é exemplo histórico disso. Pólis.

    Política não é político. A profissionalização política é apenas uma das muitas expressões da organização social. Mas não encerra a dimensão política da sociedade.

    E não existe essa oposição entre política e comércio. Isso é uma interpretação falsa. É ter uma compreensão muito pobre do conceito.

    O canal está cheio de vídeos em que o autor do vídeo manifesta opiniões políticas. Mesmo negando a situação atual e dando propostas para uma outra forma de convivência, essas outras propostas também são de interesse político, ainda que se negue.

    Quando a Coca-cola vende um produto ou uma marca, ela faz política. Quando alguém se diz anarcocapitalista ou apoia o livre mercado por exemplo, isso também é tomar um posicionamento político. O mercado não é isento de ações ou escolhas políticas. Pelo contrário. As escolhas dentro do mercado não são puramente técnicas, mas ocorrem devido a diversos interesses, que ocasionalmente podem ser convergentes ou divergentes. Não há nada de "apolítico" nisso. Ao contrário. Porque a economia, desde o seu surgimento como conceito manifestado e percebido, é sim essencialmente política. Tanto que se chamava "Economia política", e não apenas "Economia", nos tempos do Adam.

    Quando se escolhe vender ou não o petróleo, quando se escolhe privatizar ou não o ensino, enfim, quando se escolhe algo que mecha com a dinâmica social, inevitavelmente ocorre uma ação política. No caso do petróleo por exemplo, isso talvez seja mais visível, porque a ideia de geopolítica se torna enfática. Não se trata apenas de saber a quem o petróleo pertence, mas se trata de como que isso afeta a dinâmica global dos comércios internacionais politicamente e da relação entre os Estados; da relação entre a gestão e comercialização dos recursos.

    Porque é também falso achar que empresas ou corporações não tem interesses políticos naquilo que elas fazem. Elas tem e elas agem, sim, politicamente.

    É falso achar que a dimensão política se restrinja apenas ao governo ou o Estado.

    A política é o jogo de forças de interesses entre os diversos grupos e indivíduos que compõe totalidade social. Que buscam deliberar e realizar a vida social que a cada um convém. Isto é, que buscam fazer um tecido social que não foi decidido à priori, mas que é inventado e transformado constantemente pela dinâmica do conflito de interesses expressos. Interesses esses que manifestam uma visão de mundo, uma visão de relações.

    Responder

Deixe um comentário

ACHADINHOS BARATOS

Esse post pertence a esse canal