5 curiosidades sobre a Coreia do Sul para estudantes internacionais

0
12

5 curiosidades sobre a Coreia do Sul para estudantes internacionais

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Nós já listamos cinco razões para estudar na Coreia do Sul, dentre as inúmeras existentes. Há ainda alguns fatores a serem explorados sobre o ensino superior, a internacionalização e as cidades estudantis desse destino incrível que cresce rapidamente em popularidade entre estudantes do mundo inteiro. Vamos lá? Quem sabe, até o final desse artigo, você já se convenceu a estudar na Coreia do Sul!

1. Universidades multiculturais

Em 2017, havia mais de 123.000 estudantes internacionais matriculados na Coreia do Sul. Embora metade deles fossem chineses, a outra metade vem de todas as partes do mundo.

A população estudantil estrangeira é valorizada no país. O governo sul-coreano implementou um plano para aumentar esse número para 200.000 até 2023.

2. Campus Global

Como parte do plano governamental de internacionalização do ensino superior, criou-se o Campus Global de Incheon, um projeto nacional na cidade metropolitana de Incheon para inovar o sistema educacional da Coreia do Sul. Com um investimento de US$ 1 bilhão, o campus global abrigará campi de dez universidades internacionais de prestígio.

Por enquanto, quatro universidades internacionais já se instalaram em Incheon:

As instalações do Campus Global são chamadas de “campi estendidos” por oferecer na Coreia os mesmos cursos, docentes, diplomas e qualidade de ensino do que em seus campi originais. Os estudantes que escolhem a Coreia para as suas graduações ou pós-graduações têm a chance de completar parte do curso no campus no exterior ou vice-versa – quem estuda no campus original completa parte do curso na Coreia.

Leia também: 5 coisas que você precisa saber antes de estudar na Coreia do Sul

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

3. Seul: uma das melhores cidades estudantis do mundo

Seul foi eleita por dois anos consecutivos a décima melhor cidade estudantil do mundo pelo ranking QS Best Student Cities, superando lugares como Hong Kong, Nova York, Auckland, Vancouver, Toronto e até mesmo Boston, onde se encontram as potências norte-americanas Harvard e MIT.

Um dos fatores para esse excelente resultado é que a capital sul-coreana acomoda 16 universidades classificadas entre as melhores do mundo no QS World Univesity Ranking de 2020. A Universidade Nacional de Seul, inclusive, conseguiu a 37ª posição global!

4. Outras cidades estudantis na Coreia do Sul

Embora a capital Seul seja a cidade mais famosa entre os alunos internacionais que escolhem a Coreia do Sul como destino de estudo – e, de fato, ela tem mais a oferecer –, há ainda três importantes cidades estudantis no país, que acomodam algumas das melhores instituições de ensino de ensino superior fora da região de Seul:

Daejeon:

  • Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia (KAIST);
  • Universidade Nacional de Chungnam;
  • Universidade Woosong;
  • Universidade de Ciência e Tecnologia da Coreia.

Pohang:

  • Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang (POSTECH).

Busan:

  • Universidade Nacional de Busan;
  • Universidade Dong-A

Cada uma dessas cidades têm uma experiência diferente a oferecer aos estudantes internacionais! Daejeon, por exemplo, tem foco fortíssimo em tecnologia, ciência e inovação. Busan, por outro lado, é uma cidade portuária menor, com uma experiência mais tradicional da vida na Coreia. Portanto, escolher a sua cidade sul-coreana dependerá dos seus objetivos acadêmicos, orçamento e estilo de vida.

5. Trabalhar durante os estudos na Coreia do Sul

Ao se matricular a pelo menos um semestre de estudos na Coreia do Sul, você tem direito a trabalhar por meio período durante as aulas para ajudar no orçamento enquanto mora na Coreia do Sul.

Os estudantes internacionais têm direito a 20 horas de trabalho semanais durante o ano letivo, podendo trabalhar em período integral nas férias universitárias. Para conseguir qualquer vaga, você precisará apresentar o seu visto de estudante válido e uma carta de recomendação da sua instituição de ensino coreana.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários